Budapeste: termas de banhos, restaurantes, bares e noite

Continuo aqui minhas dicas sobre Budapeste, essa cidade mais que especial do leste europeu. Depois de fazer um tour pelas principais atrações de Buda e Peste, agora vamos ao que interessa: comer, relaxar e dançar! Não necessariamente nessa mesma ordem. A seguir você confere dicas sobre as famosas casas de banhos termais de Budapeste, a noite fervidíssima da cidade e restaurantes bacanas da capital da Hungria.


Pool Party? Tem sim senhor!

Nos banhos
Nenhuma outra capital do mundo tem tantos banhos termais quanto Budapeste. Primeiro os romanos e mais tarde os turcos eram adeptos das fontes termais da cidade e até hoje, ir aos termas faz parte do estilo de vida dos moradores de Budapeste. A capital foi beneficiada pela abundância de nascentes naturais na região. São várias opções de Termas para visitar: do elegante Gellért, passando pelo Rudas, conhecido por suas piscinas turcas, até o Veli Bej e o Dandár, ambos com atmosfera familiar e mais tranquilos.


Área externa do Széchenyi Bath

Eu escolhi o Széchenyi Bath para a minha primeira experiência, o maior e mais popular da cidade. Com 18 piscinas, o Széchenyi é um dos maiores complexos termais da Europa. Tem 105 anos de atividade, e estima-se que cerca de 100 milhões de banhistas desfrutaram das suas águas medicinais. 


Piscina do Széchenyi Bath: o mais famoso termas de Budapeste

Localizado num palacete em estilo neo-barroco, além das piscinas termais externas e internas, o complexo conta com jacuzzis, 10 saunas, academia e oferece diversos tratamentos de massagens. Para mim, o mais divertido mesmo foi ficar nas piscinas externas aquecidas curtindo o visual da arquitetura do Termas e a agitação do lugar. O público é bem variado, um mix de locais e turistas, famílias e turmas de jovens. 


Complexo conta com 18 piscinas e 10 saunas

O valor do ingresso básico, que dá direito a entrada e um locker no vestiário é de 5 500 HUF.  Tem também a opção do Fast Track Entry, com entrada prioritária sem fila por 6 000 HUF. Esse valor inclui apenas o uso do locker, então você tem que levar o que vai usar como toalha, roupão, chinelos, etc. Caso você esteja sem ou prefira não levar o Termas vende um kit banho pelo valor de 8 200 HUF, com todos esses itens anteriores, além de shampoo, sabonete e água mineral. Vinte minutos de massagem custam 6 500 HUF.

A área da piscina externa tem um bar, que vende cervejas, vinhos e refrigerantes. Visitar um Termas é o típico passeio que você tem que ir em Budapeste. Eu achei bem divertido.  A maioria dos hotéis vende os ingressos para os principais Termas da cidade ou você pode comprar online mesmo. Vale a pena comprar antes para evitar as filas. Confira aqui.

Na pista
A noite de Budapeste também me surpreendeu muito positivamente. E já que estávamos nos banhos, vamos continuar por lá. Desde 1994 a cidade é palco de uma Pool Party noturna chamada Sparty. Os Termas Széchenyi e Lukacs se revezam para hospedar a festa, que acontece todos os sábados das 22h30 até às 3h da manhã. O agito rola nas piscinas externas e conta com DJs, iluminação especial e performances. O valor dos ingressos partem de 50 euros. No vídeo abaixo dá para sentir o clima do fervo aquático.


Agito noite adento na Sparty

Longe das piscinas, a agitação da cidade se encontra no antigo Bairro Judeu, que abriga os Ruin Bars, literalmente Bares em Ruínas. A história dos Ruin Bars começou por volta de 2001 com os jovens locais procurando lugares baratos para beber e se divertir. Prédios abandonados e espaços ao ar livre não utilizados foram transformados em bares onde você pode comprar uma cerveja grande por 1 euro. Além disso, a maioria deles não cobra a entrada. A idéia é preservar a atmosfera caótica dos antigos prédios, com aquela cara de bem detonadão mesmo. Junte-se a isso grafite, uma decoração descolada, bebida barata e pronto, você tem um Ruin Bar.


Fachada do Szimpla Kert

O mais famoso deles é o Szimpla Kert, que se instalou no seu local atual em 2004. O Szimpla tem as características clássicas de um Bar em Ruínas: móveis intencionalmente usados com algumas décadas no currículo, objetos de arte contemporânea e, importante no verão, um jardim para chamar de seu. É no jardim que fica um dos seus pontos mais concorridos: um velho carro Trabant, produzido na antiga Alemanha Oriental, que que funciona como uma mesa com cadeiras. Durante o dia o Szimpla tem clima de bar normal, para bater papo e tomar umas cervejinhas. A noite cai e o bar entra em ritmo de festa com DJs e tudo mais. Abre de segunda à sexta do meio dia às 4h00 da manhã. E sábados e domingos das 9h00 da manhã até às 4h00.


O famoso carro-mesa do Szimpla

Perto dali, ainda no bairro da noite de Peste, fica o Fogas Ház. O gigantesco Ruin Bar conta com vários ambientes, área externa com jardim e muito espaço para dançar. Nos fins de semana o espaço ferve e vira uma mega-festa. Diversos ritmos de música eletrônica se revezam entre as pistas. Reúne muitos estudantes, despedidas de solteiro e o povo que quer dançar até se acabar. Abre todos os dias das 16h até às 6h manhã. 


Agitação garantida no Fogaz Hás

O Anker’t Bar está localizado em uma charmosa rua de Budapeste a poucos passos do Bairro Judeu. A fachada em ruínas do bar tem quase 200 anos. O pátio funciona com a peça central do enorme espaço, que também possui uma área coberta, quatro bares, uma pista de dança e duas barracas de comida. O menu vai de hambúrgueres até pizza vegana. O Anker’t também recebe festas gay-friendly todas às sextas-feiras. Abre das 14h à meia-noite de domingo à quinta e vai até às 4h da manhã às sextas e sábados.


O pátio do Anker’t Bar

Saindo um pouco do circuito dos Ruin Bars uma ótima opção é o Akvárium Klub. O bar e a Deák Square, onde ele fica localizado, são o mais conhecido ponto de encontro do centro de Budapeste. Milhares de jovens se reúnem por lá para relaxar no parque ou nos escadarias do clube. Boa pedida para dar aquele relax no centro depois de um dia de muitas andanças. O Akvárium tem noites que vão desde música comercial até festas underground, além de concertos, exposições e performances. Abre de quarta a domingo do meio-dia até às 4h30 da manhã. Às segundas e terças fecha à 1h00.


Akvárium Klub: boa opção no centro de Budapeste

Na Mesa
Comer em Budapest é relativamente barato, você gasta pouco e come bem. A maioria dos melhores restaurantes da cidade estão no lado de Pest do Danúbio. Gastro pubs, cozinha húngara autêntica e acessível, pratos internacionais e mais opções estão tornando a cidade um destino gastronômico.

O Drobumba tem clima dos restaurantes dos bairros descolados de Nova York e Londres. Fica localizado no Bairro Judeu e traz menu do Oriente Médio.  Börze é um elegante restaurante do centro que serve comida tradicional húngara descomplicada desde o início da manhã até a meia-noite. Já o Kiosk é um restaurante e bar de coquetéis no coração de Budapeste, com vista para o rio do seu pátio. Pertinho do Parlamento fica o Budapest Bistrô, que tem pratos típicos húngaros e concorridas mesas na calçada.

Área externa do Börze no centro de Budapeste

Para quem pode gastar mais, você também encontra quatro restaurantes com estrelas Michelin por lá. Entre eles está o Onyx, que também fica localizado no centro da cidade. O cardápio, com especialidades européias, traz pratos com texturas lúdicas e belos visuais. Os menus degustação de 6 e 8 pratos custam € 100 e € 115 por pessoa, respectivamente, não incluindo vinho.


O interior do estrelado Onyx

Budapeste é uma cidade que vale muito a pena ser visitada, com inúmeras atrações diurnas e noturnas, um ótimo custo benefício e um cenário dos mais bonitos. Planeje seu giro por lá!


 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s