Palma de Maiorca: guia completo da cidade espanhola

Ah, o verão espanhol! Palma de Maiorca é um dos tantos lugares mágicos da Espanha, que atrai turistas do mundo todo. Se você está planejando um tour pelo verão europeu, pode considerar esse destino pouco óbvio e muito gostoso. Palma  é a capital da ilha de Maiorca, a maior das Islas Baleares, grupo do qual fazem parte também Menorca, Ibiza e Formentera. Então vamos começar nosso giro pela cidade, vem comigo!

Palma tem pouco mais de 400 mil habitantes, que equivalem a metade da população da ilha, e foi fundada pelos romanos com o nome de Palmaria.  Mas é visível também a influência árabe em diversos pontos da cidade. Com muitos cafés, lojas, bares e restaurantes descolados, Palma de Maiorca tem uma cena bem animada. Em vários momentos Palma parece ser uma pequena Barcelona, principalmente no calçadão e na Avenida Beira-Mar e na arquitetura dos prédios da região central. É nessa região central, bem de frente para o mar, que fica uma das principais atrações da cidade: a Catedral.


A Catedral de Maiorca

Cathedral de Mallorca
A grandiosidade e a localização privilegiada tornam a Cathedral o prédio mais famoso de Palma. Situada numa posição mais alta na avenida beira-mar, possui vários jardins que circundam o prédio em estilo gótico. A primeira construção data de 1230, mas os trabalhos continuaram por 400 anos. Partes da catedral tiveram que ser restauradas depois que um terremoto atingiu a cidade em 1851. No último século, o famoso arquiteto Antoni Gaudi também fez reparos na obra. A riqueza dos detalhes no exterior chama a atenção. O interior é clássico das igrejas góticas: imensos vitrais iluminam o ambiente. Um dos vitrais conta com 12 metros de altura e quase 1300 pedaços de vidro.


O interior da igreja

Giro no Centro
Continuando pelo centro, em frente a Catedral fica o Palácio Real Almudaina, que também vale muito a visita. A arquitetura segue a da igreja e conta com lindos pátios internos e uma super varanda com vista para o mar. A entrada custa 7 euros para não-europeus e 4 euros para europeus.


O pátio no interior do Palácio com a vista da Catedral ao fundo

Siga pelos ruas Palau Real e Jamie III para chegar até a Plaza Mayor. Nesse percurso você encontra diversas lojinhas de souvenir e produtos típicos. Passando pela praça, continue andando pela rua San Miquel. Ao longo da rua e nas travessas, você encontra diversas lojas de roupas, acessórios, marcas famosas e lojas de redes. No fim da rua fica a Plaza Espanya.


Construção ao longo do trajeto

Como toda boa cidade espanhola, não poderia faltar uma rambla, os famosos boulevards onde não passam carros. Em Palma, são dois os mais famosos: Passeig de La Rambla e Passeig D’es Born. O Passeig D’es Born é lindo e reúne lojas de grife, restaurantes sofisticados e cafés.

  O elegante Passeig D’es Born

Na região mais ao sul do centro fica a La Lonja, bairro que é o centro antigo de Palma. No centro do bairro fica a La Lonja, uma construção de 1400 que dá nome a ele. Na praça em frente ao prédio, vários restaurantes bem agradáveis com mesas na área externa, perfeito para um almoço.


A fachada da La Lonja


A praça e os restaurantes em frente ao prédio

Passeio Marítimo
Fazer um giro pelo Passeig Marítim, a avenida à beira-mar, também é um programa imperdível. Com grandes calçadões muito arborizados, o Passeio é uma ótima pedida para o fim de tarde. O trecho concentra dezenas de bares, restaurantes, hotéis e agito. Durante o dia e também a noite é sempre um vai e vem de gente. Mas atenção: não tem praia no centro de Palma, as praias ficam mais afastadas da cidade.


O Passeio Marítimo de Maiorca

Quase em frente à Catedral fica a região do porto. Vale o tour para conferir o visual da orla e dos prédios da Catedral e do Palácio Real de outro ângulo. O local conta também com alguns bares e restaurantes.

Vista do Porto de Palma de Maiorca

Seguindo pelo Passeio Marítimo faça um pit-stop no Es Baluard, uma antiga fortificação, que conta com um bar bem animado no topo. A hora boa pra ir é no pôr-do-sol, com muita gente interessante, música boa e bons drinks.


O topo do Es Baluard, com o bar ao fundo

Continuando pelo Passeio você também encontra um Hard Rock Café, para aqueles que preferem  um lugar de rede básica. Mas, minha recomendação é conhecer o Mercat 1930, um centro gastronômico que reúne várias opções de comidas típicas. O prédio de um antigo mercado foi reestruturado para receber um mercado de comida e bebida. O espaço ainda conta com mesinhas na calçada para quem quiser curtir a vista. O Passeio Marítimo também concentra alguns dos principais clubes noturnos de Palma, mas isso eu conto a seguir.


O interior do Mercat 1930


Comidinhas típicas da região

Bares e clubes
A capital da ilha de Mallorca tem uma vida noturna agitada com opções para todos. Na região de La Lonja, que disse anteriormente, você encontra bares com música ao vivo e clubes pequenos como o Jazz Voyer Club, que tem entrada grátis. Para quem prefere um club de verdade, o La Demence Palma abre todos os sábados e possui infra de respeito.  O Passeio Marítimo também concentra muitos bares e dois clubes bem famosos da cidade. O primeiro é o Tito’s, que recebem DJs internacionais e atrai a maioria dos turistas. Abre às sextas e aos sábados. Perto dali fica o Garito Café, que foi o meu preferido. Tem área externa e interna, reúne o pessoal local e ótimos DJs. Abre diariamente, mas as noites de festas vão de quinta à sábado.


A fachada do Tito’s Club

Castelo de Bellever
Para encerrar seu tour pela cidade, visite o Castelo de Bellever. Localizado no alto de uma montanha, o castelo oferece uma super vista da cidade. Construída em estilo gótico em 1300, a edificação conta com uma torre, um pátio central e algumas salas que podem ser visitadas. Fica de 10 a 15 minutos de carro do centro da cidade. A entrada custa 4 euros por pessoa e aos domingos é grátis.


A fachada do Castelo


A vista da cidade

Dicas de Palma de Mallorca
Como chegar: o Aeroporto de Maiorca fica a 15 minutos do centro da cidade. O serviço de táxi funciona 24 horas e a corrida custa em média 10 euros.
Onde ficar: O ideal é ficar próximo do centro, a uma distância que que seja possível ir à pé até ele. O Passeio Marítimo concentra boa parte dos hotéis. O bairro de Santa Catalina também fica próximo ao centro e ao Passeio Marítimo.
Quantos dias ficar: Para conseguir visitar tudo com calma e curtir a cidade o ideal são no mínimo de 3 a 4 noites.

Num próximo post vou fazer um especial só sobre as praias mais legais da região. Fica ligado! Confira mais fotos de Palma no álbum.

Anúncios

Um comentário em “Palma de Maiorca: guia completo da cidade espanhola

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s