Palermo: roteiro completo da capital da Sicília

Continuando nosso tour pela Sicília, depois de Cefalù, escrevo agora sobre a capital da ilha italiana: Palermo. Localizada na costa oeste, é a quinta maior cidade da Itália, com pouco mais de 700 mil habitantes. Como já disse anteriormente, o mix de culturas passadas também impera por aqui. Fenícios, Gregos, Árabes e Normandos passaram pela cidade e deixaram seu legado. Por conta do passado de culturas ocidental, islâmica e bizantina, recebeu o título de Patrimônio da Humanidade da Unesco. Então vamos girar.

Teatros
A cidade conta com dois lindos teatros. O Politeama Garibaldi é a casa da Orquestra Sinfônica Siciliana e teve sua construção iniciada em 1867. O teatro é um exemplo da arquitetura neoclássica e conta com um arco do triunfo na sua entrada e uma escultura em bronze no topo do prédio.
Piazza Ruggero Settimo, 15

palermo_teatro_politeama
Fachada do Teatro Politeama

Não muito longe dali, está o Teatro Massimo, o maior teatro da Itália e o terceiro maior da Europa, ficando atrás apenas do Palais Garnier de Paris e do K. Hof-Opernhaus de Viena. A construção do teatro teve início em 1874, mas só foi terminar 23 anos depois, em 1897. Com capacidade para 1300 pessoas, tem um interior belíssimo, com afrescos no teto e detalhes em ouro. Nas suas escadarias foram gravadas cenas do filme “O Poderoso Chefão III”. O Teatro Massimo ainda conta com um café charmosíssimo. Recebe espetáculos o ano inteiro e também está aberto a visitas.
Piazza Verdi. Abre todos os dias para visitas das 9h30 às 18h. Ingresso inteiro 8 euros, ingresso de 5 euros para quem tem menos de 25 ou mais de 65 anos

img_4755
O imponente Teatro Massimo

img_4738
Riqueza no seu interior

Centro histórico
Saindo do Teatro Massimo você logo entra na Via Maqueda. Com o trânsito fechado para veículos particulares é perfeita para uma boa passegiatta! Lojas, sorveterias, bares e restaurantes dividem o espaço. Seguindo pela rua você vai encontrar uma das esquinas mais famosas de Palermo, a Piazza Vigliena, mais conhecida como “I Quattro Canti”. São quatro belos prédios com fontes em cada uma das esquinas.

img_4760
Um dos cantos da conhecida esquina de Palermo

Um pouco mais para frente está a Piazza Pretoria, com a Fontana Pretoria, com suas dezenas de estátuas. Logo atrás fica a Chiesa di Santa Maria dell’Ammiraglio, mais conhecida como Martorana, considerada uma das mais bonitas da capital da Sicília. Saindo da rua Maqueda, suba pela via Vittorio Emanuele, uma das mais charmosas do centro. É no fim da rua que está o Duomo de Palermo.

palermo-piazza-pretoria-bjs2007-02
A fontana no meio da Piazza Pretoria

Duomo
A catedral de Palermo é um dos grandes exemplos da sua história, por onde passaram várias civilizações. No ano 831, os árabes conquistaram a cidade e transformaram um templo dedicado à  Virgem Maria em uma mesquita. Com a chegada dos Normandos, a catedral voltou para a mão dos cristãos. E a remodelação do prédio que vemos hoje teve início em 1185. Seu exterior é grandioso e imponente, com arcos e torres. Já o interior é mais simples, já que a catedral sofreu várias transformações ao longo dos séculos e perdeu a riqueza das épocas normanda e renascentista. Um passeio imperdível é no teto da igreja, que fica aberto a visitação. Além de apreciar de perto os ricos detalhes da fachada, você tem uma das vistas mais legais da cidade. A visita ao teto é de segunda à sábado, das 10h às 17h. Os bilhetes custam 5 euros.

img_4793
A suntuosa Catedral de Palermo

img_4771
A vista do teto do Duomo

Palácio Real
A poucos passos da Catedral ao fim do via Vittorio Emanuele, está o Palácio Real, a residência real mais antiga da Europa e que foi o centro do poder siciliano por muitos anos. Logo após a bilheteria você chega num belo e imenso pátio, circundado por pórticos. Subindo as escadas para o segundo andar, são 13 salas ao redor do pátio. Nem todas ficam abertas a visitação, porque o Palácio também funciona como sede da Assembléia Legislativa da Sicília.

img_4803
Arcos no pátio do Palácio

A grande atração, no entanto, fica por conta da Capela Palatina, uma jóia da arquitetura árabe-normanda. Foi construída por rei Rogério II, que encarregou mestres das artes bizantina, islâmica e latina de fazer uma capela suntuosa. Com belíssimos afrescos, o encontro de culturas pode ser observado por todo o interior da Capela. Como não é muito grande, a entrada de visitantes é permitida a cada 20 minutos. A dica é fazer a visita assim que você entrar no Palácio, para não perder muito tempo depois.

img_4796
O interior da Capela Palatina

Praia
Além dessa história e cultura toda, Palermo tem uma bela praia para chamar de sua: Mondello. É a principal e maior praia da cidade. De areia fina, com um visual de montanhas ao redor e um mar claríssimo, é adorada pelos parlemitanos. Fica a 11 km do centro de Palermo. Nos meses de julho e agosto, fica praticamente intransitável nos fins de semana.

img_4559
Visual da praia de Mondello

Como outras praias italianas, é dividida entre espaços públicos, onde você pode estender a sua canguinha e bares privados, com espreguiçadeiras e guarda-sóis, aqui chamados de Lido. São três os principais: Lido Sirenetta (mais frequentado por famílias com crianças), Lido Valdesi (com jovens, casais e até famosos) e o Lido Stabilimento (com um público mais adulto). Na média o valor para duas pessoas  de junho a agosto é de 22 euros, com direito a duas espreguiçadeiras e um guarda-sol. Em maio e setembro, o valor cai para 16 euros.

img_4541
Mar tipo Caribe

De maio a setembro o ônibus urbano 806 liga a Piazza Politeama à Mondello. Já a corrida de táxi sai em torno de 25 euros. No verão, não é muito recomendado ir com o próprio carro, já que tem poucos lugares para estacionar.

Comer, beber e ferver
– Se você gosta de restaurantes estrelados, a dica é o Bye Bye Blues, único restaurante com uma estrela do guia Michelin de Palermo. Fica localizado na praia de Mondello. (Via del Garofalo, 23)

– Não deixe de provar o Arancine, salgado típico siciliano, que se encontra facilmente por toda a cidade. É feito com uma massa frita de arroz e possui diversos recheios: carne, queijo, legumes. Procure algumas lojas especializadas só em Arancine, que oferecem dezenas de sabores. Bomba calórica que vale a pena.

– Para tomar bons drinks e interagir com os locais, vá até a Piazza Rivoluizioni, localizada no centro histórico e sempre animadíssima.

– A região de “La Cala”, perto do porto, também reúne alguns bares e restaurantes interessantes.

– Yacht Club: Fique atento a programação do Yacht Club, que recebe festas de música eletrônica no verão noite adentro.

img_4817

Onde ficar
A região no entorno das rua Roma e Ruggero Settimo são bem indicadas. Possuem diversos hotéis e restaurantes e estão a uma caminhada do centro histórico. A Ruggero Sétimo concentra o comércio local, e tem desde marcas de luxo até as mais econômicas.

Como chegar
O aeroporto de Punta Raisi, oficialmente chamado de  Aeroporto Falcone e Borsellino, fica a 35 km do centro de Palermo. Confira as opções de transporte:
– Ônibus: A empresa Prestia & Comandè efetua o serviço que liga o aeroporto Punta Raisi ao centro da cidade. A passagem custa € 6,30 e pode ser comprada no próprio ônibus ou na bilheteria localizada no aeroporto. A viagem dura em média 50 minutos.
– Vans: existem serviços de vans logo na saída do aeroporto e você pode comprar na hora. Os bilhetes custam 8 euros. A vantagem é que eles deixam os passageiros na porta do hotel e o trajeto dura entre 30 e 40 minutos.
– Táxi: A corrida de táxi do aeroporto até o centro custa em média 45 euros e o percurso tem a mesma duração das vans.

Veja mais fotos de Palermo no álbum e outras dicas da Itália aqui.

Anúncios

Um comentário em “Palermo: roteiro completo da capital da Sicília

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s