Zona Tortona: tour por um dos bairros mais bacanas de Milão

Milão é a segunda maior cidade da Itália, e talvez por sua proximidade com o continente, seja a mais européia de todas. Com essa veia cosmopolita, que lembra Londres, Paris e Berlim, a cidade apresenta bairros dos mais interessantes. Alguns já clássicos, como a charmosa Brera. E outros que vão despontando ao longo dos anos.

Um dos meus favoritos é a Zona Tortona. Localizada na parte sul da cidade, fazendo fronteira com o boêmio Navigli, a área começou a se transformar nos anos 2000. Assim como o Soho, em Londres, a região foi um centro industrial nos anos 60. Estruturas de fábricas antigas, grandes galpões e outros prédios que foram reestruturados dividem espaço com edifícios modernos.

Hoje a região concentra muitos artistas, criativos, estilistas e designers que transformaram a área com ateliês, showrooms de moda, studios de design e arquitetura, agências de comunicação e espaços ligados à cultura.

IMG_5667
Velho e novo, tudo junto e misturado na Zona Tortona

IMG_5696
Fazendo um giro na rua que dá nome ao bairro

Moda
Por lá estão os headquarters de marcas como Diesel, Fendi, Moncler e Ermenegildo Zegna, que ocupam imensos prédios para toda a sua equipe de criadores e marketeiros. Algumas agência de modelos, como a Elite, também estão na área. Andando pelas ruas, é fácil ver meninas com seu book na mão a caminho de um casting.

IMG_5684
O quartel-general da Diesel na via Stendhal

IMG_5686
A Fendi também fica logo ali

Design
O bairro também é sede da Tortona Design Week, um braço da Milano Design Week, a feira de design mais importante do mundo. Durante uma semana no mês de abril, Tortona recebe jovens talentos e grandes marcas do design mundial. Em 2015, cerca de 60 espaços industriais da região abrigaram espaços da feira.

design
Imagem da última Tortona Design Week, em abril desse ano

Cultura
Entre os destaques da área está o Teatro Libero (via Savona 10), que recebe peças experimentais. Com apenas 99 lugares, o teatro hospeda espetáculos quase 300 dias por ano e é um dos mais prestigiados da cidade.

Perto dali fica o Ex-Ansaldo (via Tortona 54), antiga mega-fábrica que agora abriga mostras de arte. A mais recente, “Milan Meets Berlin”, faz uma conexão entre arte, cultura e noite das duas cidades, com exposições, festas e mercados. O atual espaço, batizado de Base, ainda recebe festivais de musica e peças de teatro, e conta com uma área de co-working para startups e jovens empreendedores.

Exatamente ao lado fica o Mudec, Museu da Cultura (via Tortona 56), aberto em março desse ano. A ideia do museu é ser um espaço global, oferecendo conteúdo também para a comunidade estrangeira que mora em Milão, com mostras sobre todos os continentes. E realmente eles prezam pela diversidade. No momento estão em cartaz uma exposição de Paul Gauguin, que retratava os povos e as paisagens da Polinésia e do Tahiti, “A Beautiful Confluente”, com trabalhos de Anni e Josef Albers sobre a América Latina e uma mostra sobre a boneca Barbie, a própria. O museu ainda conta com um bistrô muito charmoso.

ex
O interior do complexo Base – Ex-Ansaldo

IMG_5703
A fachada do Mudec

Na mesa
Com toda essa efervescência de cultura, moda e empreendedorismo pelas ruas, a região ganhou inúmeras opções bacanas de bares, cafés e restaurantes. Se você quiser fazer um lanche rápido, na Via Solari encontrará uma série de hamburguerias, boulangeries, paninotecas, vinainos, e por aí vai, ao seu gosto. Todos deslocadérrimos.

Se você quiser comer pra valer, a região conta ainda com diversos bistrôs, osterias e trattorias típicas italianas. A minha preferida, seja pela comida, seja pelo ambiente, é a “La Tradizionale”, que traz no cardápio  desde peixes até pizzas.

Para tomar um drink e badalar, dê uma passada no Papagayo Café (via Savona 20). Animado na hora do happy hour, também recebe festas temáticas e shows de drags. Outro destaque é o Circle (via Stendhal 36), mix de bar, restaurante e balada que fica dentro do prédio da Diesel. O local abre desde o café-da-manhã até o jantar.

IMG_5688
A trattoria “La Tradizionale”

circle
O interior do bar Circle

NHow
O bairro ainda abriga o badalado hotel-boutique NHow (Via Tortona 35). Pertencente à rede Nh Hotels, o NHow recebe celebridades como Rick Martin, Paris Hilton e Victoria Beckham. O empreendimento, que se auto-intitula “Fashion & Design Hotel”, ainda conta com um restaurante e um lounge bar projetado pelo bombado arquiteto Karim Rashid.

IMG_5670
A fachada do NHow

IMG_5678
O luxuoso lobby do hotel-boutique

No álbum você confere mais cliques pela Zona Tortona.

Anúncios

Um comentário em “Zona Tortona: tour por um dos bairros mais bacanas de Milão

  1. Fiquei encantado de conhecer a Zona Tortona atravez de sua reportagem. Muito bem explicado todos os aspectos desde moda até gastronomia. Fotos belissimas.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s