Milão: confira novo giro pela Fondazione Prada

Já tinha escrito aqui sobre a Fondazione Prada, de Milão. Nesse último fim de semana tive o prazer de voltar ao espaço para conferir novas exposições e outros cantos do complexo que ainda não conhecia.

Me encantei mais uma vez com o projeto arquitetônico de Rem Koolhaas, do escritório OMA, que conseguiu transformar o espaço num dos lugares mais cools do planeta. Os sete prédios da antiga destilaria de 1910 se integram perfeitamente com os três novos projetados para o espaço. Austero e chique ao mesmo tempo.

Assim comecei meu giro pelos espaços da Fondazione. Vem comigo!

IMG_5628

Podium

Nos dois andares do espaço Podium, o maior dos três prédios novos construídos, a Fundação recebe a mostra do artista italiano Gianni Piacentino. Natural de Torino, Piacentino começa a desenvolver a partir dos anos 60 esculturas que mesclam arte e design, inspiradas nos meios de transporte, como carros, motos e aviões. Tendo a geometria e a matemática como base, ele brinca com conceitos de aerodinâmica e velocidade.

IMG_5585
As obras de Gianni Piacentino

IMG_5587
Artista se inspira nos meios de transporte para suas criações

Haunted House
A Haunted House é um dos espaços que ainda não conhecia da Fundação. A visita deve ser feita a partir de reservas na bilheteria, já que o espaço abre em determinados horários com um número limitado de pessoas. Quando for comprar seu ingresso já faça sua reserva, assim, enquanto você visita os outros espaços, espera a abertura deste.

Esse é um dos edifícios antigos preservados, que teve apenas a sua estrutura reforçada. Do lado de fora, a parede é revestida com um estrato de folha de ouro (que rico!). Do lado de dentro, quatro andares com grandes janelas permitem que você observe a paisagem de Milão e outros prédios da fundação.

O espaço abriga uma instalação permanente de Robert Gober e dois trabalhos de Louise Bourgeois. Entre as peças de Gober está a sua famosa caixa de cereal gigante dos anos 90. Já Louise apresenta a obra “Roupas”. Do lado de fora de um biombo de vidro redondo é possível observar o que seria um quarto com vários objetos pessoais da artista.

IMG_5566
Robert Gober e sua caixa de cereal

IMG_5557
A instalação “Roupas” de Louise Bourgeois

Trittico

No espaço Trittico, que conta com três galpões altíssimos, obras da coleção de arte da Prada são expostas de forma rotativa. No momento, destaque para a “Lost Love” (2000) de Damien Hirst. A instalação transforma um consultório médico num aquário em forma de cubo repleto de peixes.

IMG_5595
A “Lost Love” de Damien Hirst

IMG_5592
Detalhe dos peixinhos

Cinema
Ao lado do Trittico, o espaço Cinema conta com uma instalação permanente de Thomas Demand. O artista recriou uma gruta da ilha de Maiorca, na Espanha, para fazer sua fotografia batizada de “Grotto”, em 2006.

Chamado de Processo Grotesco, a sala permite ao visitante ver todo o processo de criação do artista. Sua pesquisa em livros, guias turísticos e fotos, um modelo 3D da gruta e a própria gruta em si, criada a partir de 30 toneladas de papel cinza. O efeito é impressionante.

IMG_5601
A gruta em papel de Thomas Demand

Sud e Deposito

Terminando o tour, passei pela mostra “An Introduction”, que começa na galeria Sud e termina no Deposito. Destaque para a sala que reúne um acervo poderoso de obras contemporâneas, de artistas como Jeff Koons e cia, expostas lado a lado. As obras fazem parte da Coleção Prada.

Já no Deposito, imenso galpão da Fundação, manequins gigantes de ferro são expostos com peças de roupa, livros na cabeça e malas de viagem. Do lado do Deposito, é possível observar a construção da Torre, último espaço da Fundação, ainda em fase de obras.

IMG_5603
O rico acervo de arte contemporânea da Prada na galeria Sud

IMG_5608
A instalação do Deposito

Drinks

Depois de um belo giro pela Fondazione, nada melhor do que ir até o Bar Luce, que integra o complexo. O bar foi idealizado pelo cineasta americano Wes Anderson e recria a atmosfera típica dos cafés milaneses dos anos 50, com papel de parede, luminárias redondas e fliperamas antigos. Escolha um bom drink italiano, de preferência um Spritz ou um Negroni, e apenas curta esse ambiente charmosíssimo. Os sanduíches também são ótimos!

IMG_5615
Interior do Bar Luce

Confira mais cliques no álbum.

Fondazione Prada
Largo Isarco, 2 – Milano
Domingo à quinta das 11h às 19h. Sexta e sábado das 11h às 22h. A bilheteria fecha uma hora antes. Bar Luce: das 9h às 22h.
Bilhete: 10 euros inteiro, 8 euros (estudantes até 26 anos, grupos de 15 a 25 pessoas), gratuito (visitantes com menos de 18 anos ou com mais de 65)
Como chegar: Metro linha M3 – estação Lodi T.I.B.B
Trem 24 – parada via Ripamonti /via Lorenzini
Ônibus linha 79 – parada Largo Isarco/ via Brembo

Anúncios

Um comentário em “Milão: confira novo giro pela Fondazione Prada

  1. Maravilhosa reportagem,suas explanações são perfeitas e fazem a gente se sentir in locco.Adorei a dica do Bar Lucce,Spritz é tudo de bom para finalizar qualquer passeio!!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s