Londres: mercados de rua e bairros descolados da cidade

Londres é uma das minhas cidades preferidas no mundo, se não for a número 1. Já tive a oportunidade de morar lá e sempre que volto a minha paixão só aumenta. Com uma rica vida cultural, moradores e turistas dos quatro cantos do planeta, muitas opções de lazer e uma agitação sem fim, a capital inglesa, na minha opinião, é a verdadeira capital do mundo (que os nova-iorquinos não nos ouçam!).

De acordo com um estudo feito pela Mastercard, Londres foi a cidade mais visitada do mundo no último ano, tendo recebido quase 19 milhões de turistas. A cidade deixou para trás Nova York (em quinto lugar com 12 milhões) e Paris (em terceiro lugar com 16 milhões).

Apesar de ser também uma das cidades mais caras, Londres oferece muitos passeios a baixo custo. Um exemplo disso são os mercados de rua, tradição dos londrinos. Espalhados pela capital, os mercados fazem parte da rotina dos moradores e atraem cada vez mais turistas. Além de ser um divertimento dos bons (e de graça!), é uma ótima forma de você explorar a cidade e sentir melhor o lifestyle de cada região dessa incrível metrópole.

A seguir, confira os meus mercados preferidos na cidade.

Borough Market
É o mercado de comida mais famoso de Londres. Com quase mil anos de existência, fica localizado na parte sul da cidade, em Southwark, pertinho da London Bridge. Várias barracas oferecem todas aquelas guloseimas que a gente adora: hambúrguer, hot-dog, lanches com salsichas alemãs, a famosa torta inglesa, comida chinesa, pizzas, massas, etc. Outras tantas são especializadas só em doces, como brownies, macarons, tortinhas e outras delícias. Para completar ainda tem os bares, com generosas doses de cerveja (pint), vinhos e drinks. A grande graça é escolher o que vai comer e beber, procurar um canto despretensioso para sentar (vale a calçada mesmo!) e se divertir com a agitação do lugar. Numa outra parte do mercado, que lembra a nossa feira de rua, você encontra todos os tipos de fruta, grãos integrais, orgânicos, peixes e outros alimentos saudáveis para você levar para casa.
Southwark street, 8 (metrô London Bridge)
Horário – mercado completo: quarta e quinta das 10h às 17h, sexta das 10h às 18h e sábado das 8h às 17h. Segunda e terça funcionam só as barracas de comida para almoço, das 10h às 17h.


Vá com fome ao Borough Market

Camden Market
Localizado em Camden Town, bairro famoso por ser o point dos alternativos da cidade. Punks, clubbers, rockers e cia agitaram e ainda agitam o espaço, que começou como uma feira de artesanato nos anos 70. Hoje, o Camden Market é um grande complexo com lojas, feiras, pubs e restaurantes. Por lá você encontra estúdios de tatuagem, oficinas de artistas, lojas de design, antiguidades e roupas. No quesito vestuário, espere encontrar muitos estilistas locais, couro, roupa vintage e acessórios diversos. As lojas concentradas no Camden Stables, mais de 500, ocupam o espaço dos estábulos de uma antiga companhia ferroviária. Já Camden Lock é o espaço do mercado original dos anos 70, com barracas de pinturas, livros, CDs, bijoux, etc. Os outros mercados do complexo beiram os canais que fazem parte da região. Não deixe de visitar a Cyberdog, mega loja para os amantes da música eletrônica que mais parece uma balada. Luz neon, música alta e dois dançarinos logo na entrada fazendo as vezes de gogodancers. Piercings, camisetas psicodélicas, roupas de látex e acessórios flúor fazem parte dos itens. No andar de baixo ainda tem um sex-shop. O mercado bomba mais nos fins de semana, particularmente no domingo. Mas, muitos expositores e lojas abrem também durante a semana.
Camden High Street (metrô Camden Town)
Horário: todos os dias das 10h às 18h

camdenlock
Agitação em Camden Town

Brick Lane Market
Localizada numa das regiões mais cools da cidade, o bairro de Shoredicht em East London, a rua Brick Lane virou reduto dos jovens modernos da cidade, hipsters, e outros nem tanto, dominam a cena por lá. Pelos seus quarteirões, você vai encontrar muitos restaurantes indianos, galerias de arte, lojas de roupa e clubes dos mais animados. A rua também é famosa pela street art, artistas talentosíssimos de todo o mundo fazem grafites ao longo da Bric Lane, entre eles Bansky, D*Face e Ben Eine. A rua e seus grafites também serviram de cenário parar o clipe de “All These Things That I’ve Done”, do grupo The Killers. A Brick Lane funciona todos os dias a todo vapor, mas, é domingo que a coisa pega fogo, dia em que funciona o market. O mercado traz artigos de segunda mão, como móveis, objetos de decoração, roupas de couro baratas, revistas antigas e muita quinquilharia. Os jovens baixam em peso para garimpar e barganhar alguma coisa. Muitos artistas de rua fazem performances de música e dança.  Somado isso aos pubs e cafés descolados, a atmosfera na Bric Lane é não menos que vibrante e traduz bem a vida do lado leste de Londres.

Pertinho dali fica o Old Spitafields Market, num espaço fechado, lembra mais um shopping. Conta com marcas tradicionais e eventos especiais, como a Feira de Música, todo segundo sábado do mês, com expositores vendendo LPs em vinil e CDs de todos os tipos. Abaixo você confere o vídeo de Lucas Pelizaro, que mora em Londres e ilustra bem a street art da Brick Lane.
Brick Lane Market – Brick Lane Sreet – aos domingos das 9h às 17h (metrôs Aldgast East e Shoredicht High Street)
Spitafields Market – Horner Square – todos os dias das 10h às 17h (metrô Liverpool Street)

Portobello Market
Talvez o mais famoso de todos, fica no bairro de Nothing Hill, um dos mais charmosos de Londres. O distrito ganhou ainda mais notoriedade depois do filme estrelado por Julia Roberts. Com casinhas de dois andares coloridas, o bairro representa o clássico estilo inglês de ser. O mercado traz uma mistura de tudo: frutas & vegetais, artigos de segunda mão, antiguidades, roupas, brinquedos, artigos eletrônicos, uma infinidade sem fim de produtos em meio a uma região encantadora, a Portobello Road. Além das barraquinhas, a própria rua traz lojas clássicas como Ben Sherman, All Saints e American Apparel. Para completar, restaurantes de ótimo nível, como a Pescheria Mattiucci, quase uma “boutique” de peixes, comandada por dois irmãos napolitanos. Vale passar também pela “Books for Cooks”, livraria especializada em livros de culinária, que conta com um restaurante com menu único. A cada dia eles oferecem uma única opção de prato principal e sobremesa. O dia mais animado para visitar a rua e o mercado é sábado.
Portobello Road (metrô Nothing Hill Gate)
Segunda à quarta das 9h às 18h, quinta das 9h às 13h e sexta e sábado das 9h às 19h.

nothing 2
Sábado é dia cheio na Portobello Road

No álbum você confere mais fotos dos mercados londrinos.

Anúncios

Um comentário em “Londres: mercados de rua e bairros descolados da cidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s